Google prepara versão censurada para a China

A Google está a desenvolver uma versão censurada do seu motor de busca, de modo a que possa ser utilizado na China. Em termos práticos, esta versão deverá ser capaz de bloquear automaticamente um conjunto de sites e termos proibidos no país.

A informação é avançada pelo The Intercept, que cita documentos internos da Google e fontes próximas da empresa. Com o nome de código “Dragonfly”, estará a ser desenvolvida desde a Primavera do ano passado.

Direitos humanos, democracia, religião e protestos pacíficos são alguns dos temas a serem banidos pelo motor de busca. A versão, pensada apenas para dispositivos móveis, deverá estar concluída nos próximos seis a nove meses, estando dependente da aprovação das autoridades chinesas.

Recorde-se que o motor de busca da Google está bloqueado na China, bem como o YouTube. O desenvolvimento de uma alternativa poderá ser a forma que a tecnológica encontrou de criar uma relação mais próxima com este mercado.

Artigos relacionados
Comentários