Inovação já representa 21% das vendas da Nestlé em Portugal

A Nestlé Portugal fechou o primeiro trimestre deste ano com um crescimento orgânico de 6%, tendo as vendas totais ascendido a 117 milhões de euros. A empresa justifica o resultado com um aumento nas vendas em volume e variações de preço positivas em todas as principais categorias, mas também com a inovação.

De acordo com a Nestlé, a inovação tem já um peso de 21% no bolo total, pelo que “a evolução do portefólio desempenha um papel-chave nos resultados”. Nesta categoria constam, entre outros, os esforços da empresa no sentido de desenvolver novos produtos e de responder às exigências e mudanças de comportamento dos consumidores – como é o caso dos produtos bio/orgânicos/sem glúten, para os quais a Nestlé estima um crescimento de aproximadamente 90% em 2019.

O objectivo é “melhorar a qualidade de vida através da inovação, oferecendo opções mais saborosas e mais saudáveis”, segundo é explicado em comunicado.

Quanto aos negócios mais dinâmicos nestes primeiros três meses de 2018, o destaque vai para Petfood, Health Science e Café.

Investimento à vista

Em termos de Marketing, a Nestlé planeia aumentar o investimento entre 2 e 3% ainda este ano, sendo que em 2017 o orçamento para esta área ultrapassou os 50 milhões de euros.

A empresa tem também em marcha um plano de investimento de mais de 40 milhões de euros com as fábricas do Porto e Avanca como alvos. A intenção é, ao longo dos próximos 18 a 20 meses, melhorar os níveis de inovação e eficiência da produção.

Recomendar
  • gplus
  • pinterest