Startup portuguesa de fisioterapia angaria 3,7 milhões

A Sword Health tem como missão democratizar o acesso à fisioterapia ao desenvolver aquele que diz ser o primeiro terapeuta digital. A solução da startup portuguesa, que combina inteligência artificial e sensores de movimento de alta precisão, atraiu a atenção dos investidores e conseguiu captar 4,6 milhões de dólares (cerca de 3,7 milhões de euros) em investimento seed.

Green Innovation e Vesalius Biocapital III são apenas alguns dos investidores que participaram na ronda seed, segundo indica a Sword Health em comunicado. O valor conquistado terá como destino a aceleração do desenvolvimento de novas terapias digitais e o crescimento global da startup.

Actualmente, a Sword Health já está a trabalhar com seguradoras, serviços nacionais de saúde, organizações e centros de reabilitação em Portugal, Estados Unidos da América, Canadá, Austrália, Noruega, África do Sul e Japão.

Virgílio Bento, fundador e CEO da Sword Health, explica que passaram os últimos três anos a desenvolver, refinar e a demonstrar a eficácia da tecnologia utilizada. «Iremos agora focar-nos na expansão para o mercado global, no desenvolvimento de novas terapias digitais e em mais estudo clínicos», afirma.

Recomendar
  • gplus
  • pinterest