Danone e Hermès em fundo por um mundo mais verde

Oito empresas juntaram-se para lançar um novo fundo ecológico, cuja missão é evitar emissões de até 25 milhões de toneladas de CO2. A meta diz respeito a um período de 20 anos.

No Fundo de Carbono Livelihoods participam o Crédit Agricole, Danone, Firmenich, Hermès, Michelin, SAP, Schneider Electric e Voyageurs du Monde. Em comunicado, informam que o fundo pretende atingir os 100 milhões de euros, sendo que para isso serão convidados mais investidores e empresas.

Restauração de ecossistemas, agro-florestação e energia são as áreas em que o Fundo de Carbono Livelihoods irá apoiar projectos, focando-se nos continentes africano, asiático e América Latina. A previsão é de que possam ser melhoradas as condições de vida de dois milhões de pessoas.

Esta não é a primeira edição do fundo, criado inicialmente em 2011. Na primeira edição, um milhão de pessoas foram beneficiadas, bem como plantadas 130 milhões de árvores. Também foram entregues fogões mais eficientes a 120 mil famílias e evitados 10 milhões de toneladas de CO2.

«O modelo de investimento do Fundo Livelihoods provou que podemos construir projectos de grande escala que unam mundos aparentemente distantes um do outro: grandes empresas que actuam contra a mudança climática e comunidades pobres que enfrentam as consequências das mudanças climáticas», afirma Bernard Giraud, presidente e co-fundador da Livelihoods.

Recomendar
  • gplus
  • pinterest