Eduardo Catroga deixa funções de chairman da EDP

Eduardo Catroga não deverá continuar a exercer funções como chairman da EDP, uma vez que cumpriu quatro mandatos consecutivos no cargo. A informação é avançada pelo Eco, segundo o qual a energética precisa de um presidente independente dos accionistas – condição da qual o actual chairman já não dispõe devido aos quatro mandatos seguidos.

O mesmo jornal online indica, ainda, que Eduardo Catroga poderá manter-se como membro do conselho em representação da participação chinesa na EDP, a China Three Gorges. Desta forma, o ainda chairman continuaria envolvido na gestão do grupo.

Quanto a sucessores, existem dois nomes possíveis: Luís Amado, ex-ministro e actual vice-presidente do Conselho Geral e de Supervisão; e Diogo Lacerda Machado, advogado e antigo membro do Conselho Geral da EDP.

Recomendar
  • gplus
  • pinterest