Exportação de vinhos do Alentejo sobe 11,2%

Entre Janeiro e Setembro deste ano, as exportações em volume de vinhos do Alentejo subiram 11,2% em relação ao mesmo período de 2016. Dados da Comissão Vitivinícola Regional Alentejana (CVRA) apontam ainda para um crescimento de 21,8% em valor.

Também o preço médio por litro exportado saltou 9,6%, tendo atingido os 3,02€/l no caso de DOC Alentejo e os 2,14€/l no caso de Regional Alentejano.

Brasil é o país que mais vinho desta região portuguesa importa, logo seguido por Angola, Estados Unidos da América, Suíça e França. Juntos, estes cinco mercados representam 57% do valor exportado e 55% da quantidade.

A CVRA aponta ainda para o facto de que os mercados fora da Europa comunitária são os principais compradores e também aqueles que melhor pagam por cada garrafa de vinho.

«Os crescimentos alcançados até Setembro demonstram que a qualidade dos vinhos do Alentejo é reconhecida nos mercados internacionais com importadores e consumidores dispostos a pagar mais por cada garrafa. Os 10 principais mercados estão todos a subir no preço médio», conta Francisco Mateus, presidente da CVRA.

O responsável adianta também que 2017 está cada vez mais perto de ser o melhor ano na exportação: «O valor atingido até Setembro corresponde a 80% do total do ano passado.»

Recomendar
  • gplus
  • pinterest