Portugueses confiam mais em PMEs do que em grandes empresas

As pequenas e médias empresas (PMEs) são as instituições em que os portugueses mais confiam, com 65% de opiniões favoráveis. A conclusão é do Observador Cetelem Consumo 2017, estudo segundo o qual os consumidores nacionais estão em linha com a tendência generalizada entre os 15 países europeus inquiridos.

Ainda assim, conseguem superar ligeiramente a média europeia de 63% de opiniões positivas. À frente dos portugueses nos níveis de confiança em PMEs estão apenas os austríacos e dinamarqueses (75%). Os húngaros, por outro lado, são os mais desconfiados (43%).

Depois das PMEs surgem os órgãos de comunicação social. Os meios de comunicação tradicionais ocupam o segundo lugar das instituições em que os portugueses mais confiam: 47% vs 40% média europeia.

Seguem-se as grandes instituições, como é o caso da ONU e FMI e, só depois, as grandes empresas. Os bancos, seguradoras e financeiras surgem nos últimos lugares, merecendo a confiança de apenas 20% dos inquiridos nacionais.

Recomendar
  • gplus
  • pinterest