Ministros europeus querem novas regras para empresas digitais

Os ministros das Finanças de França, Alemanha, Itália e Espanha querem que os impostos de multinacionais da área digital sejam cobrados com base nas suas receitas e não nos lucros, como até agora. O objectivo é impactar gigantes como a Amazon e a Google.

Num documento redigido em conjunto, os ministros escrevem: “Não devemos continuar a aceitar que estas empresas actuem na Europa enquanto pagam impostos reduzidos.”. A carta, reportada pela Reuters, tem como destino a presidência da União Europeia e a Comissão Executiva da comunidade.

Na mesma carta, os ministros pedem para que seja pensada uma solução e para que possam apresentar o tema no encontro de 15 e 16 de Setembro, em Tallinn. A presidência da União Europeia aceitou marcar um debate sobre “estabelecimento permanente”, tendo em vista a cobrança de impostos nos países onde estas empresas criam valor e não apenas onde têm a morada fiscal.

Recomendar
  • gplus
  • pinterest