Grilo Kitchenware: à conquista com tradição

De uma pequena oficina que produzia cordas para violinos, guitarras e violoncelos foi criada, em 1929, aquela que é hoje uma reputada fabricante de louças metálicas, com exportações para 17 mercados mundiais.

Por Helena Rua

Há quase 90 anos, começou um negócio que sobreviveu a guerras, crises e a gerações.

Maria da Conceição e Ernesto adquiriram em 1929 a pequena oficina pertença da família da avó de José Grilo, a terceira geração à frente da Grilo Kitchenware.

«Reconverteram essa oficina numa pequena fábrica de produtos metálicos – caixas para sabonetes e tubos metálicos de batom», conta José Grilo.

«Os fundadores, meus avós, eram uma combinação perfeita. Curiosamente, a avó tinha nascido numa família de indústria e o avô Ernesto no comércio e na Banca.»

Em 1934, a produção expandiu-se com a fabricação de bocais coloniais para candeeiros a petróleo, altura em que os Estados Unidos da América se tornaram no seu maior mercado de exportação, para onde vendiam «milhões de bocais para candeeiros a petróleo», refere o administrador da empresa.

Leia este artigo na íntegra na edição de Abril da Executive Digest.

Recomendar
  • gplus
  • pinterest