Nike envolvida em polémica de dopping tecnológico

A Nike desenvolveu um modelo de ténis que promete ajudar os atletas a correr uma maratona em menos de duas horas. A promessa, porém, está a levantar questões sobre a legitimidade deste tipo de tecnologia, havendo quem já fale em dopping tecnológico.

Segundo o El País, o actual recorde referente à conclusão de uma maratona é de 2h 2m 57s, mas o sonho é conseguir baixar esta marca para 1h 59h 59s. Os novos ténis da Nike, designados Vaporfly Elite, garantem reduzir em 4% a energia gasta durante a prova, contribuindo para que um novo recorde seja atingido.

Pesam apenas 200 gramas e possuem uma forma aerodinâmica, entre outras características “mágicas”. Perante este cenário, a Federação Internacional de Atletismo já avançou que irá investigar o produto e determinar se violam ou não a regra que proíbe qualquer vantagem injusta.

Recomendar
  • gplus
  • pinterest