Irá a GoPro levantar-se de novo?

Após uma série de erros e mudanças no mercado, o CEO Nick Woodman e a equipa estão a reorganizar-se. De todos os momentos que a pioneira das câmaras desportivas foi captando ao longo dos anos, este é o que realmente interessa.

Nick Woodman, fundador e CEO da GoPro, chega dois dias atrasado aos GoPro Mountain Games, o festival de uma semana onde se anda de caiaque, se faz rafting, montanhismo e quase tudo o que é possível numa estância de ski fora de época, usando uma câmara desportiva.

De sandálias, calções e um “tank top”, Woodman vagueia pelo campo cheio de tendas, juntamente com multidões de entusiastas pelo desporto.

A festa da GoPro estende-se por toda a semana. Para qualquer lado que se olhe há alguém a fazer algo que vale a pena filmar. Uma mulher a descer um ribeiro rápido numa paddleboard. Uma pessoa a caminhar numa linha colocada por cima de uns rápidos. Outra numa bicicleta de montanha a descer a pista de ski. Um cão a saltar de uma doca.

Leia este artigo na íntegra na edição de Dezembro da Executive Digest.

Recomendar
  • gplus
  • pinterest