Como as administrações estragam a sucessão do CEO

A importância estratégica da sucessão do CEO é incontestável e os elementos de um planeamento de sucessão eficaz há muito que são conhecidos. Nesse caso, por que razão tantas administrações planeiam mal a sucessão do CEO quando o custo do fracasso é tão alto?

Quando David Goldberg, CEO da SurveyMonkeyCom LLC, uma empresa de inquéritos online de Palo Alto, Califórnia, EUA, faleceu inesperadamente em Maio de 2015, a empresa só anunciou o CEO seguinte em Julho. Analisou 75 candidatos, internos e externos, antes de nomear Bill Veghte, antigo executivo da Hewlett-Packard Co. e da Microsoft Corp., para o cargo.

Leia este artigo na íntegra na edição de Outubro da Executive Digest

Recomendar
  • gplus
  • pinterest