Por que é que a Nestlé foi tão rápida a nomear um CEO externo

A Nestlé surpreendeu o mundo dos negócios quando anunciou um novo CEO. E, mais ainda, quando não o escolheu entre as suas fileiras de executivos e procurou fora do sector alimentar. Ulf Mark Schneider estava na empresa europeia de cuidados de saúde Fresenius.

Poderia parecer uma jogada invulgar para a empresa que tem marcas como Maggi ou Nesquick pu chocolates como o Kit Kat e o Crunch. Todavia a Nestlé, como muitas pares do sector, está agora à procura de um mundo onde os alimentos embalados e processados podem ajudar a tratar ou aliviar problemas de saúde.

Leia este artigo na íntegra na edição de Agosto da Executive Digest.

Recomendar
  • gplus
  • pinterest