De portas abertas ao mundo

São quatro os continentes que recebem diariamente 92% das portas fabricadas pela portuguesa Vicaima. Com presença directa em três mercados internacionais e a exportar para mais de 27, o plano é continuar a investir no exterior com o empenho dos cerca de 900 colaboradores do grupo.

Por Helena Rua

A dinâmica de inovar e reinventar, mantendo o ciclo non-stop, e a necessidade constante de diversificação de mercados, com as adaptações que isso implica, são dois dos segredos do sucesso da Vicaima, um dos maiores players europeus de portas de interior.

Criada há mais de 50 anos em Vale de Cambra, a empresa presidida por Arlindo Costa Leite tem vindo a conquistar mercado após mercado.

Leia este artigo na íntegra na edição de Julho da Executive Digest

Recomendar
  • gplus
  • pinterest