Firmo, a escrever o futuro

Os cadernos de capa preta e as agendas Condor são dois dos produtos mais icónicos da Firmo, que tem no seu ADN o processo de exportação. O Médio Oriente foi uma das últimas apostas da marca que tem ainda no mercado africano uma das suas prioridades.

Por Helena Rua

Nos últimos anos, a vertente exportadora da Firmo teve um forte desenvolvimento tanto em volume como na dispersão para novos mercados, de tal forma que a empresa estima que dentro de dois anos as vendas internacionais tenham um peso de 40% no volume de negócios anual, dos actuais 20%.

Leia este artigo na íntegra na edição de Abril da Executive Digest

Recomendar
  • gplus
  • pinterest