Bolsa de Valores: Que Futuro?

A Bolsa de Valores de Lisboa apresenta uma elevada margem de desenvolvimento e um caminho a percorrer quando comparada com as suas congéneres. No entanto, o futuro de muitas empresas pode passar pelo mercado de capitais. Importa, por isso, reflectir sobre o papel e as possibilidades desta forma de financiamento das organizações.

Os dados do Banco Mundial demonstram esse desfasamento ao colocar Portugal num patamar similar ao de países periféricos como a Polónia e a Hungria, no que respeita ao peso da capitalização de mercado das empresas listadas em relação ao PIB, e longe de outros como Espanha.

Leia este artigo na íntegra na edição de Abril da Executive Digest.

 

Recomendar
  • gplus
  • pinterest