MIT | Liderar na era da supertransparência

Graças às redes sociais e ao aumento do fluxo dos dados, a capacidade de originar causas e controvérsias tornou-se quase instantaneamente na nova norma da “sociedade supertransparente” de hoje.

A maioria dos líderes empresariais ainda não compreendeu totalmente a nova realidade – e o que significa para as suas organizações.

Quando Martha Payne, uma estudante de nove anos de Argyll, Escócia, criou um blogue em Abril de 2012, não fazia ideia da comoção que estava prestes a criar. Os almoços oferecidos pela sua escola ofendiam o seu sentido de justiça e não via qualquer razão para esconder a sua opinião. Por isso, começou a escrever sob o pseudónimo “Veg” (diminutivo de “veritas ex gustu”, que significa “a verdade está no sabor”).

Leia este artigo na íntegra na edição de Março da Executive Digest

Recomendar
  • gplus
  • pinterest